>(PA) Carga roubada em Novo Repartimento é apreendida na Nova Marabá

>

Mercadoria foi subtraída do depósito da empresa Transbrasiliana

Parte de uma carga de peças automotivas, eletroeletrônicos, medicamentos, produtos agrícolas e material gráfico roubado da transportadora Transbrasiliana, em dezembro do ano passado, no município de Novo Repartimento, foi encontrada na madrugada de sexta-feira, 07, em uma casa situada na Folha 6, no bairro Nova Marabá. No local, a polícia prendeu em flagrante, por crime de receptação, Kalf Amorim dos Santos, maranhense, 22 anos.

Segundo informações colhidas pela reportagem, a quadrilha era composta por oito pessoas. A maioria dos acusados está na condição de foragidos da justiça. Policiais militares que fizeram a apreensão da carga disseram à reportagem que durante ronda de rotina avistaram um Gol de cor branca, onde estavam cinco homens. Ao retornar para checar a situação, a PM encontrou apenas Kalf Amorim próximo ao carro, sendo que os outro quatro ocupantes fugiram ao notar a movimentação policial.

Interrogado, o acusado confessou que fazia parte de um bando que roubava carga e em seguida levou os militares à casa, onde estava armazenada parte do material roubado da Transbrasiliana. Na Delegacia de Marabá, Kalf Amorim disse ainda à polícia que além do material apreendido, o bando repassou a receptadores da região mais de 300 notebooks e ainda câmeras digitais, celulares e televisores de plasma. O delegado Rodrigo Paggi, que preside o inquérito, está investigando o proprietário da residência, que seria traficante e chefe do bando. Depois de periciada, a carga, que está apreendida na Delegacia de Marabá, será devolvida à empresa Transbrasiliana.

Segundo a empresa Transbrasiliana, a carga roubada no final do ano passado está avaliada em 217 mil reais.

FONTE: O LIBERAL

>(PR) Quadrilha que assaltava carga foi flagrada em ação pelo policial que estava de folga

>


Nesta sexta-feira dia (07) uma tentativa de assalto mobilizou as Policias Militar e civil da região .

Tudo começou na rodovia do Xisto em Curitiba , próximo a empresa CarboMafra quando o investigador de Policia Civil ,Valdir que também é Superintendente da delegacia da cidade de Fazenda Rio Grande voltava para casa após cumprir seu dia de serviço , ele reside em Araucária , quando passava pela rodovia ele presenciou um assalto em andamento , onde um caminhão baú estava sendo tomado de assalto por vários elementos armados .

Imediatamente ele acionou a Policia Militar de Araucária que montou um bloqueio nas proximidades da Petrobras , onde foi rompido pelo caminhão baú Volkswagen placa MEY-1657 de Joinvile Sta Catarina que estava em fuga do policial civil Valdir , a perseguição aumentou com varias viaturas no acompanhamento tático do caminhão que seguiu rumo a cidade de Campo Largo pela rodovia PR-423 , outro bloqueio foi montado na divisa de Campo Largo , porém os assaltantes percebam e fizeram a volta retornando para Araucária , voltaram em alta velocidade e na contramão na rodovia o tempo todo , foi cinematográfico a perseguição em meios os caminhões e carros pequenos que transitava nas rodovias onde se desenrolou a ocorrência , nas proximidades do viaduto da Cisa e sub-estação da Copel as viaturas perderam o mesmo de vista ,pois ele atravessou o canteiro central da rodovia e sumiu , mais tarde o caminhão foi localizado em uma rua atrás da faculdade Facear no bairro vila Angélica abandonado .

Outro caminhão um Volvo ,placa MDE-6805 de Blumenau/Sta Catarina foi encontrado na área rural do Campinas das Pedras , onde estava a carga de computador e funcionários da empresa que fazia o transporte mantido como refém este foi roubado cedo levado para esta região erma sem movimento até que este segundo caminhão chegasse no local e fizessem a remoção da carga , carga esta avaliada em R$ 70 Mil Reais, composta por computadores e monitores de LCD o marginais utilizaram aparelhos que anulavam o rastreador não sendo possível localizar o mesmo .

Saldo da ocorrência viaturas batidas , caminhão recuperados, roubo evitado e os marginais se evadiram segundo populares num veiculo Gol de cor Vermelha que deu cobertura aos assaltantes . mais um trabalho de competência e eficiência dos nossos policiais militares da 2º CIA- 17º BPM de Araucária, este bloqueio e perseguição contou com a ação .dos policiais Sd.Sansão ,Sd.Marcelo,Sd.Ramos,Sd.Kunimoto e do Cabo Sumokoski e o Policial Civil Valdir da delegacia da Fazendo Rio Grande .

FONTE: BO 24HORAS

>(SP) Dupla é presa na Santos Dumont após Roubo de Carga de Lingerie

>

Duas pessoas foram presas na Rodovia Santos Dumont, em Campinas, após roubarem uma Fiorino na manhã desta segunda-feira (10). A dupla seguia no sentido Campinas-Indaiatuba quando foi abordada pela Polícia Militar. Durante o cerco policial, o trânsito ficou congestionamento por um quilômetro, mas as pistas já foram liberadas.

De acordo com a PM, o veículo estava carregado de lingerie e foi roubado no Jardim Florence. A ocorrência será apresentada na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Campinas.

FONTE: EP CAMPINAS

>(SP) PM recupera carga de refrigerentes roubada em Barão Geraldo

>

Motorista era mantido refém em um matagal às margens da rod D. Pedro.

Uma carga roubada de refrigerantes foi encontrada na manhã desta quarta-feira (29), no bairro Jardim Palmeiras, em Valinhos. O motorista do caminhão, que transportava as bebidas, foi abordado por quatro homens armados por volta das 18h30 no distrito de Barão Geraldo, em Campinas. A Polícia Militar foi chamada por representantes da empresa de transportes, que perceberam, através do monitoramento por satélite, que a rota do caminhão tinha sido desviada em Valinhos.

Na abordagem ao veículo, a PM prendeu dois assaltantes. Os detidos delataram um terceiro companheiro, que estava escondido em um matagal às margens da rodovia Dom Pedro, no quilômetro 119, altura de Valinhos. O terceiro integrante da quadrilha mantinha o motorista do caminhão refém. Ele não resistiu à prisão, apesar de portar um revólver calibre 38.

A polícia ainda busca um quarto integrante do grupo, que conseguiu fugir. A carga foi avaliada em R$32 mil.

A ocorrência foi apresentada no 1º distrito policial de Valinhos, na Vila Santana.

FONTE: EP CAMPINAS

>(PR) Desmantelada quadrilha de roubo de cargas

>

Celso, Marcelo e Milton (que já estava preso) fazem parte da mesma quadrilha segundo a polícia. Carro apreendido era transformado em “viatura”.

A polícia de São José dos Pinhais cumpriu ontem mandados de prisão e de busca e apreensão para desmantelar uma quadrilha especializada em roubos de cargas de uma operadora de telefonia celular.

Foram presos Celso Cordeiro, conhecido como “Borracheiro”, 53 anos, e seu sobrinho, Marcelo Cordeiro, o “Cordeirinho”, 29. Ainda foram apreendidos quatro veículos, um deles estava sendo montado com características de viatura policial.

A operação foi realizada em continuação à prisão de Milton Cesar da Silva, 31, flagrado no final do mês passado com cartões de crédito telefônico, aparelhos celulares, uma pistola e um veículo que teria sido usado nos assaltos.
O delegado Osmar Dechiche contou que a polícia investiga os roubos de quatro cargas de telefones celulares, que causaram prejuízo de quase R$ 670 mil à operadora.

“A mercadoria saía de um depósito da empresa, no bairro Afonso Pena, e era interceptada no caminho pela quadrilha, que agia fortemente armada”, informou o delegado.

No fim do mês passado, investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), de Curitiba, prenderam Milton, em Santa Felicidade, e apuraram que ele seria integrante desse bando.
Identificados
Como os assaltos aconteciam em São José dos Pinhais, a delegacia local assumiu as investigações e identificou outros sete integrantes da quadrilha. “A partir daí, foram decretados os mandados de prisão e busca e apreensão”, disse Dechiche. Estão foragidos Marcio Aparecido da Silva, Leandro Teixeira Spindola, Samuel de Souza e os irmãos Eder Martins de Souza e Eferson Martins de Souza.
Além do veículo que era montado, a polícia apreendeu a Ranger placa FHB-7111, de Piraquara, o Celta placa DXX-7218, de São Paulo, e o Uno Mille placa AKE-7743, de Campina Grande do Sul. A procedência dos veículos são verificadas pela polícia. As investigações continuam na tentativa de localizar os receptadores dos produtos roubados.

FONTE: PARANA ONLINE

>(SP)Polícia apreende 23 veículos de quadrilha de roubo de cargas

>

Dez pessoas foram presas em operação deflagrada em Araçatuba.
Criminosos estariam envolvido em mais de 30 assaltos.

Em operação, a Polícia Civil de Araçatuba, a 530 km de São Paulo, apreendeu 23 veículos que pertenceriam a uma quadrilha especializada em roubos de cargas e caminhões.

Policiais civis cumpriram mandados de busca e apreensão para tentar encontrar os veículos que teriam sido comprados com dinheiro da quadrilha. O grupo comandado por um comerciante de Araçatuba estaria envolvido em mais de 30 assaltos e pelo menos um latrocínio, roubo seguido de morte.

Ele é o dono de uma chácara, avaliada em R$ 150 mil. No local, havia carros e motos. Ao todo, 23 veículos foram apreendidos. A chácara seria apenas um dos bens obtidos com o dinheiro do crime. Ele foi preso em outubro acusado de chefiar uma quadrilha que atuava nas estradas do interior paulista.

Na semana passada, uma lancha avaliada em R$ 300 mil e três jet-skys também foram apreendidos. Investigações feitas pela Polícia Civil mostram que o bando comprava e revendia veículos para lavar dinheiro. Até agora, dez pessoas foram presas em Araçatuba e em Pirapozinho, na região de Presidente Prudente, onde as investigações sobre a quadrilha começaram há seis meses.

Ainda de acordo com a polícia, os bandidos usavam oficinas para adulterar as características dos caminhões roubados. As investigações revelaram que, muitas vezes, nem mesmo os donos das oficinas sabiam o que estava sendo feito no local. Garagistas de Araçatuba também teriam comercializado carros da quadrilha sem saber a origem dos veículos.

A polícia ainda está apurando até que ponto esses comerciantes tinham conhecimento do esquema de lavagem de dinheiro. O chefe da quadrilha é acusado de receptação de caminhões e adulteração de veículos.

FONTE:G1 SP

>(MG) Vereador e candidato a prefeito são presos em operação da Polícia Civil

>

Os políticos e mais sete homens são suspeitos de integrar uma quadrilha de roubo de caminhões de carga

 (Reprodução TV Alterosa)

A Polícia Civil desencadeou nesta quarta-feira uma operação na Zona da Mata mineira para desmantelar uma quadrilha especializada em roubo de caminhões de carga nas rodovias que cortam o estado.

Segundo o delegado João Otacílio, de Ponte Nova, as investigações começaram há seis meses. Durante a madrugada os policiais iniciaram o cumprimento de seis mandados de prisão e outros 12 de busca e apreensão. A operação aconteceu em 10 cidades, entre elas Rio Casca, Abre Campo, Manhuaçu, Pedra Bonita, São João do Manhuaçu e Manhumirim.

Conforme o delegado, a quadrilha assaltava os caminhoneiros nas Brs 381, 262 e 116 e levavam os caminhões para um local determinado. Em seguida, os suspeitos mudavam a cor, adulteravam chassis e revendiam os veículos e a carga. Ao final da operação, 22 caminhões foram recuperados, além de cargas de granito, arame farpado, adubo, açúcar, café, ferramentas, móveis.

As cargas já foram devolvidas aos proprietários e a entrega dos caminhões vai depender do reconhecimento dos proprietários, já que as características dos veículos foram modificadas. Também foram encontradas placas de caminhões de São Paulo, Rio de Janeiro e várias cidades mineiras. Dois carros de passeio com documentos adulterados foram apreendidos.

Vereador e candidato a prefeito são suspeitos, De acordo com Carlos Roberto Souza da Silva, da delegacia de Abre Campo, as prisões começaram em novembro. Até então, quatro homens haviam sido presos suspeitos de executarem os roubos nas rodovias.

 (Reprodução TV Alterosa)

Conforme o delegado, nesta quarta foram presos o vereador de Pedra Bonita, Ronaldo José Fernandes, suspeito de coordenar o esquema, o candidato a prefeito em Pedra Bonita José Carlos de Oliveira, que seria responsável pela revenda dos caminhões adulterados, o ex-vereador de São João do Manhuaçu, Pedro Gilmar Mendes, que providenciava a adulteração.

O gerente de um supermercado em Manhumirim, Rogério Alves de Aguiar, que teria fornecido veículos para pelo menos dois roubos e seria o receptador de algumas cargas, e também um empresário da área de transportes de Reduto, José Luiz Lopes. Ele seria responsável por coordenar os quatro homens presos em novembro.

Um homem suspeito de ser o motorista da quadrilha ainda está foragido. Dois revólveres calibre 32 e 38 foram apreendidos na casa dele. Todos os presos foram levados para Ponte Nova. Segundo o delegado, os suspeitos responderão a um inquérito que foi aberto ainda em junho deste ano para apurar estelionato e adulteração de veículos.

FONTE: ESTADO DE MINAS

>(PR) Ladrões são presos após roubar carga de cigarros em Telêmaco Borba

>

Os detidos são responsáveis por pelo menos mais um roubo ocorrido na cidade

Já estão atrás das grades na 18ª Subdivisão Policial de Telêmaco Borba, Jonas Fabiano Cardoso de 21 anos e Juliano de Paula, 27, ambos são participes de pelo menos dois casos de roubo de carga de cigarros ocorridos recentemente na cidade. A Prisão aconteceu horas depois do ultimo roubo praticado pela quadrilha no inicio da manhã desta sexta-feira (17), próximo a localidade de Lagoa, região de Telêmaco Borba.

O Roubo: Por volta de 6h da manhã, o motorista Ronaldo Assai seguia com seu veículo carregado de cigarros sentido Lagoa, quando ao se aproximar daquela localidade, outro veículo Kombi se aproximou e conseguiu com que Ronaldo parasse o carro. Na Delegacia, Ronaldo conta que estava indo para Ibaiti, onde faria a entre de cigarros, quando foi abordado por dois elementos que estavam em outra Kombi de placas AQM-8196, os quais roubaram a carga, transferindo-a para outra Kombi, sendo que o abandonaram próximo ao município de Tibagi.

De acordo com Ronaldo, é a segunda vez que foi roubado pelos mesmos elementos, os quais estavam usando armas para realizar o assalto. —A Prisão de parte da quadrilha— Ao tomar conhecimento do fato, as polícias civil, militar e rodoviária iniciaram um trabalho de identificação tanto da Kombi utilizada para o roubo, bem como de um veículo Astra que também teria sido utilizado para a fuga dos elementos, sendo que horas mais tarde, a Polícia Rodoviária Estadual acabou identificando o Astra e consequentemente encaminhando para a Delegacia de Telêmaco Borba, Jonas e Juliano. Na Delegacia, os dois detidos acabaram confessando participação direta e indireta no roubo, sendo que alem de confessarem, também foram reconhecidos pela vitima do roubo, que confidenciou que tem certeza que são estes elementos que lhe roubaram alguns meses atrás, pelo fato de um deles na situação anterior ter lhe roubado a carteira com os documentos, e neste reencontro indesejado, o elemento teve a coragem de lhe perguntar se teria conseguido encontrar pelo menos os documentos que ele tinha levado e abandonado em seguida.

Outros envolvidos no roubo: De acordo com as investigações policiais, os dois elementos presos são moradores da cidade de Piraquára – PR, sendo que Jonas já cumpriu pena por crime de roubo em data anterior. Alem dos dois, a principio existem pelo menos outros dois envolvidos, um com residência em Curitiba e outro possivelmente morador de Ponta Grossa.

Tanto as polícias de Telêmaco, como de outras cidades, estão empenhadas em identificar os demais envolvidos, ou até mesmo localizar a carga levada pelos outros dois que escaparam. A carga de cigarros dividida em 172 milheiros roubada pelos elementos, tem um valor aproximado de R$ 30 mil. O Delegado ressaltou o trabalho conjunto das policias, sendo assim possível a prisão destes elementos.

FONTE: REPORTER TB

>(MA) Polícia de Timon prende lojista que vendia mercadorias roubadas

>

Dono de mercadinho é acusado de receptar carga roubada no Maranhão para vendê-la com preço mais em conta.

Uma operação da Polícia Civil de Timon/MA apreendeu uma carga de quatro caminhões de mercadoria roubada na tarde da última quinta-feira (23). Os produtos estavam nas prateleiras de um pequeno mercado no bairro Mutirão, com preços abaixo do valor de mercado, e seriam fruto de assalto entre as cidades de Presidente Dutra e Caxias, no Maranhão.

Segundo a polícia, o assalto aconteceu há 10 dias, mas a ação descobriu material que pode ser resultado de outros assaltos. Parte dos produtos achados em um depósito no estabelecimento ainda apresentava adesivos com a real destinação da carga.

Adesivos mostram que carga tinha outro destino diferente de Timon

Acusado de receptação, o dono do Mercantil Lorim, Marcos Vinícius Oliveira, foi preso em flagrante. A ação foi comandada pelo delegado Ricardo Herlon, com fiscais da Secretaria de Fazenda do Maranhão e representantes de distribuídoras vítimas dos roubos. Recuperada a carga, as diligências continuam para localizar os responsáveis pelos assaltos.

Foram achados produtos como arroz, açúcar, óleo de soja, bebidas, cosméticos, biscoitos, entre outros. Ainda foi apreendida uma caixa de cigarros com venda proibída no Brasil.

FONTE: CIDADEVERDE.COM

>(PA/MA) Polícia Civil recupera carga roubada e desarticula quadrilha em Paragominas

>

Polícia Civil recupera carga roubada e desarticula quadrilha em Paragominas

INTEGRANTES DO BANDO

INTEGRANTES DO BANDO

A Polícia Civil desarticulou, após quatro meses de investigações, uma quadrilha interestadual, composta por 10 bandidos, a maioria deles residente  no Maranhão. Eles são responsáveis por roubos de cargas de transportadoras nas rodovias BR-222 e BR-010. Além dos assaltantes, armas e mercadorias foram apreendidas. Dois receptadores das cargas roubadas também foram presos. Os presos por envolvimento nos roubos são Washington Genoário dos Santos, de apelido “Baiano”; Francisco Lima Sales, conhecido por “Marcelo”; Fábio Ribeiro dos Santos; Cássio Cherry, conhecido também por “João Gualberto”; Tiago Pereira de Carvalho, de apelido “Magro”, e Raimundo Nonato de Jesus Crispim, conhecido por “Cachapa”. As prisões foram realizadas em Paragominas, nordeste do Pará.

Já Raimundo Nonato Pereira de Souza e José Vieira Bonfim, dono de farmácia, foram autuados em flagrante por receptação. Nos estabelecimentos de propriedade deles, parte das mercadorias roubadas foi encontrada. Pelo menos, quatro roubos contra veículos de transporte de cargas foram cometidos pelo bando. Um dos roubos foi contra a Distribuidora Tocantins, em julho passado, quando os bandidos roubaram gêneros alimentícios em um caminhão, na BR-222, à altura do quilômetro 40, entre os municípios de Dom Eliseu e Rondon do Pará. A partir desse crime, a Polícia Civil deu início às investigações para tentar identificar os bandidos.

Em 27 de outubro passado, a quadrilha roubou uma carga de cigarros que era transportada em um caminhão. O veículo foi abordado na estrada e o motorista foi obrigado a sair da pista e entrar em uma estrada vicinal. Lá, ele foi feito refém e os bandidos roubaram toda carga. As investigações mostraram que parte dessa carga foi vendida em Paragominas. No dia 30 seguinte, o bando praticou mais um assalto. Agora, o alvo foi um caminhão de uma firma de sucatas de cobre e de peças de motores elétricos. Durante o assalto, o veículo, um Ford F4000, cor prata, foi roubado e levado ao Maranhão, onde foi vendido.

WASHINGTON DOS SANTOS

WASHINGTON DOS SANTOS

RAIMUNDO CRISPIM

RAIMUNDO CRISPIM

Superintendente da Polícia Civil em Paragominas, o delegado José Ricardo Oliveira informou que, nos dois assaltos anteriores, os bandidos usaram o mesmo carro, um Pólo Sedan, de placa NFX 5112. O veículo foi roubado em 5 de outubro deste ano, em Xinguara, sul do Pará. Já em 2 de novembro passado, o carro foi apreendido por policiais, em Ulianópolis, cidade no nordeste do Estado.

A quadrilha também é responsável por outro assalto, contra a Transportadora Ramos, em 26 de novembro. No crime, os bandidos roubaram 50 caixas de correntes de motores para motosserra, confecções, TVs de LCD e calçados. Parte da carga foi encontrada, por policiais civis de Paragominas, na terça-feira passada, escondido no meio de um matagal, na BR-010, no município. Outra parte da carga estava com os receptadores. Dos presos, Francisco Lima Sales e Fabio Ribeiro dos Santos já estiveram presos antes, em Dom Eliseu, por porte ilegal de armas de fogo, já que foram flagrados com duas escopetas calibre 12. Tiago e Cássio são foragidos de Justiça por roubo. Outro preso, Raimundo Crispim, é foragido do Estado de Goiás, onde responde a processo criminal por roubo de carga. Ao ser preso, o preso “Cachapa” tinha em casa baterias furtadas do projeto de reflorestamento da empresa Vale, em Ulianópolis, foram apreendidas. Assim, ele vai responder também por furto. Ao todo, o bando responde em quatro inquéritos por roubos na região. Outras investigações serão realizadas para apurar mais crimes cometidos pelos bandidos.

FONTE: POLICIA CIVIL DO ESTADO DO PARA

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.