(SP) GM é preso por integrar quadrilha de roubos de carga

Além do guarda municipal, outras cinco pessoas também foram presas após dois meses de investigações.

O guarda municipal de Indaiatuba Fábio Antunes de França, 34 anos, foi preso nesta terça-feira (6) pela Polícia Civil de São Paulo por fazer parte de uma quadrilha de roubo de cargas e explosões de caixas-eletrônicos. Outras cinco pessoas também foram presas – quatro em Indaiatuba, uma em Capão Redondo, Zona Sul de São Paulo.

De acordo com o delegado do 35° Distrito Policial (DP) da Capital, Genésio Leo Junior, França era o responsável por fazer a cobertura da quadrilha pelo rádio da Guarda, para evitar que seus comparsas fossem pegos por policiais e dar mais tranquilidade aos roubos.

A investigação começou há dois meses, depois de um roubo de carga na região do Jabaquara, em São Paulo. O chefe da quadrilha, Alessandro Alves da Silva, conhecido como Cheba, não foi encontrado em sua casa nesta terça-feira, em Indaiatuba, e continua foragido.

FONTE: RAC

(RJ) Quadrilha de roubo de cargas faz caminhoneiro refém no Rio

O motorista ficou sob domínio dos criminosos por cinco horas, até ser abandonado na baixada. Os policiais, no entanto, usaram o rastreador instalado no veículo para localizar o caminhão e prender um dos responsáveis.

Indústria tem prejuízo de R$ 30 mil por dia com roubo de cobre

Foram desviadas, em 30 dias, 54,6 toneladas de cobre e registradas seis ocorrências

O mês de outubro deixou os empresários da indústria do cobre em alerta. Segundo estudo realizado pelo Sindicel, o setor registrou prejuízo de R$ 931 mil.

Isso significa R$ 30 mil por dia, valor 31% maior que o mês anterior.

O prejuízo com os desvios, entre janeiro e outubro de 2011, já ultrapassa os R$ 7 milhões, 42,2% maior que o mesmo período do ano passado.

De acordo com o levantamento, foram desviadas, em 30 dias, 54,6 toneladas e registradas seis ocorrências.

“O setor continua com dificuldades em coibir a ação das quadrilhas especializadas. As empresas vêm reforçando a segurança, principalmente no momento do transporte de carga”, afirma Sérgio Aredes, presidente do Sindicato da Indústria de Condutores Elétricos, Trefilação e Laminação de Metais Não Ferrosos do Estado de São Paulo (Sindicel).

Para Aredes, no entanto, outros recursos são fundamentais no combate aos desvios. “É necessário reforçar instrumentos fiscais que inibam o processamento do cobre sem origem legal”, conclui.

De janeiro a outubro, foram roubadas 389,1 toneladas ante 294,5 desviadas em igual período de 2010, o que representa aumento de 32%.

FONTE: BRASIL ECONOMICO

UOL Mais Homens são presos em São Paulo por roubo de carga.mp4

(MA) Quadrilha especializada em sequestros e roubo de carga foi presa em Santa Inês

Policiais da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic) realizaram uma mega operação e conseguiram prender na madrugada de domingo, 20, aqui em Santa Inês, Igino Alves da Silva Filho, 40 anos; Ramon Gomes da Silva, 31 anos, ambos do Pará; Paulo Edson Silva Melo, 28 anos; natural de Açailândia; e Fernando Cardoso Amaral; natural de Balsas.

O grupo foi apresentado para a imprensa na tarde de segunda-feira, 21, na sede da Secretaria Estado de Segurança Pública (SSP), na Vila Palmeira em São Luís. Outras três pessoas estão foragidas. Os acusados foram presos em flagrante após roubarem a empresa Distribuidora Medeiros no município de Bacabal e sequestrarem a proprietária para garantirem a segurança da fuga.

O crime foi realizado no início da tarde do dia 20, domingo, e parte da quadrilha foi presa em flagrante ao final da tarde do mesmo dia.

De acordo com o secretário da SSP, Aluísio Mendes, todos os acusados já possuem passagem pela polícia e tiveram pedido de prisão expedido pela Justiça na operação desencadeada no fim de semana.

Além dos pertences e dinheiro roubados na Distribuidora Medeiros, com o grupo foram encontradas quatro armas de uso das Forças Armadas.

O delegado do Departamento de Combate ao Roubo de Cargas da Seic, Rafael Sousa Leite, explicou que o grupo começou a ser monitorado a partir do seqüestro de um empresário em Pedreiras. Durante as investigações a polícia descobriu que a quadrilha atuava também no Pará e começou a trocar informações com a Polícia Civil e Polícia Federal do estado vizinho sobre os criminosos. Assim, a Seic conseguiu descobrir que o grupo estava articulando um assalto em Bacabal.

Com a troca de informações e infiltração de agentes, a polícia descobriu que o próximo alvo seria a empresa Medeiros em Bacabal e montaram um esquema para prender os criminosos.

“Há mais de uma semana estávamos com equipes na estrada fazendo o monitoramento desse grupo”, contou o delegado Rafael Leite. Na tarde do dia 20, o bando seqüestrou um funcionário da empresa e o utilizou para entrar na Distribuidora. Os seguranças foram rendidos e o dinheiro e pertences dos funcionários roubados.

O delegado informou que o objetivo do grupo comandado por Igino Alves da Silva era assaltar o cofre existente na empresa, mas a quadrilha não conseguiu arrombar o objeto. Por conta disso, roubaram os funcionários e também a família da proprietária da empresa, que mora ao lado do empreendimento.

Trabalhadores e parentes da empresária que não teve o nome revelado foram trancados em um quarto enquanto o grupo fugiu utilizando a mulher como refém.

A quadrilha fugiu utilizando dois carros para fazer percursos diferentes até o município de Santa Inês, um dos veículos seguiu por Miranda e o outro por Bacabal, abandonando a empresária no meio do caminho.

Em Santa Inês, a polícia conseguiu cercar e prender o grupo que se hospedou no hotel São Lucas, próximo ao Terminal Rodoviário enquanto o carro com os outros três integrantes conseguiram escapar. Os acusados responderão por formação de quadrilha e roubo qualificado. Eles foram encaminhados na tarde de ontem ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

De acordo com o delegado Rafael Leite, a polícia já possui informações sobre os membros que estão foragidos, mas para não atrapalhar as investigações, os dados sobre essa parte do grupo não foram revelados. Com a parte da quadrilha que foi presa foram recuperados R$ 2,9 mil, jóias e um netbook. O valor total do roubo não foi divulgado pela empresa. (Com informações da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão)

FONTE: AGORA SANTA INES

(MG) Quadrilha especializada em roubos de cargas é investigada em Ituiutaba.

Carga no valor de R$70 mil foi apreendida nesta quinta-feira (10). Nos últimos três meses foram registrados mais de 70 assaltos na cidade.

A Polícia Civil de Ituiutaba, no Pontal do Triângulo, investiga a participação de uma quadrilha especializada em roubo de cargas na região. Nesta quinta-feira (10) um caminhão carregado de carne foi apreendido. A carga estava avaliada em R$70 mil.

O caminhão com placa de Campina Verde, no Triângulo Mineiro, foi encontrado abandonado no bairro Pirapitinga. Segundo a Polícia Civil de Ituiutaba, o veículo estava carregado de carne. Ainda conforme a polícia, o roubo teria acontecido na última quarta-feira (9) na BR- 050, próximo ao município de Delta, também no Triângulo.

A polícia recebeu informações através de denuncia anônima que os criminosos tinham ido para a região do Pontal do Triangulo Mineiro e, quando chegou ao local, a quadrilha já havia fugido. A carga foi entregue aos donos sem danos para a carne. Até agora ninguém foi preso.

Ainda segundo a Polícia Civil, só nos últimos três meses mais de 70 assaltos foram registrados em Ituiutaba e cerca de 25 pessoas foram presas, entre elas menores.

FONTE: G1 TRIANGULO MINEIRO

(SP) Ladrões de cargas na marginal do Tietê são presos

EM 60 DIAS, POLICIAIS DO DEPARTAMENTO DE INVESTIGAÇÕES SOBRE O CRIME ORGANIZADO PRENDERAM QUASE 30 ENVOLVIDOS NO ROUBO DE CAMINHÕES EM SÃO PAULO.

Policiais civis do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) detiveram, na noite de ontem, dois integrantes de uma das quadrilhas de roubo de caminhões e cargas que vêm agindo na Marginal do Tietê, um dos principais eixos de ligação entre as zonas oeste e leste da capital paulista.

Emerson Romero Catalani e Daniel Almeida Fernandes, ambos de 28 anos, foram presos na região do Grajaú, na zona sul de São Paulo a cerca de 30 quilômetros do roubo, quando tentavam deixar o local em uma carreta Volkswagen, roubada por eles na manhã de terça-feira, 8, na Marginal do Tietê. O caminhoneiro, um paranaense, segundo a polícia, foi rendido pelos criminosos ao parar a carreta, carregada de aparas de papel.

A tática dos assaltantes foi a mesma que vem sendo utilizada pelos demais ladrões que vem agindo na Marginal. De dentro de um veículo de passeio, os assaltantes gritam para o caminhoneiro afirmando que um dos pneus está furado ou que há problemas com a carga. Depois de muita insistência, a vítima acaba acreditando que algo de errado há no veículo e para, momento em que é abordada e rendida.

“É o esquema dois em um. Em um roubo só conseguem dois objetivos: veículo e cargas. Em 60 dias prendemos quase 30 envolvidos neste tipo de crime”, disse o delegado Marcelo Bianchi, do Deic. No caso do caminhoneiro, a vítima, após o roubo, voltou para o Estado de origem de ônibus, sem saber que o veículo havia sido abandonado pelos bandidos na Avenida Dona Belmira Marin, no Grajaú.

Para ter certeza de que não havia rastreador via satélite na carreta, a dupla deixou o veículo estacionado na avenida localizada no Grajaú. Como ninguém apareceu, depois de quase 36 horas, Emerson e Daniel voltaram para o local em uma picape Fiat Strada, mas acabaram presos pelos policiais quando se preparavam para fugir com a carreta e a carga.

Segundo a polícia, Emerson já tem passagem por homicídio; o comparsa, por roubo. No bolso de Emerson foi encontrada a chave de um Gol branco. O veículo estava a dois quarteirões do local. “A vítima afirmou que um dos veículos utilizados no roubo poderia ser um Gol branco. Vamos chamar o motorista para realizar o reconhecimento”, completou o delegado.

FONTE: BRASIL 247

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.