>(GO) 16ª CIPM – Apreensão de carreta, carga roubada e prisão de 12 homens

>

Durante patrulhamento pelo Jardim Tropical, área da  16ª CIPM, a viatura  2735 composta pelos soldados Maia e Ferraz recebeu a  informação de que o sinal de rastreamento de uma carreta carregada  com  eletroeletrônicos da marca sony havia sido extraviada da rota e o sinal havia sido perdido nas proximidades da GO-040.
Os policiais então começaram o patrulhamento buscando qualquer veículo com as características repassadas. Logo em seguida  tiveram contato com a viatura da escolta armada do grupo  Fiel Vigilância. A equipe estava  à procura do mesmo veículo.

Neste momento a equipe  constatou uma movimentação nas proximidades do galpão situado à Av. Lago das Garças Qd. 27 Lts 36/38. A dupla percebeu que um dos homens presentes no galpão tentou fugir e então  decidiram proceder uma abordagem.

Como perceberam que estavam em inferioridade numérica, solicitaram apoio via rádio. No momento da solicitação do apoio, o COPOM, as viaturas de área e o Capitão Supervisão copiavam claramente  o rádio da viatura 2735, porém os membros  da viatura não recebiam retorno no rádio em virtude de um bloqueador de sinal que estava operando dentro do galpão.

Durante  alguns minutos a equipe solicitou desesperadamente por apoio, até que houve a necessidade do enfrentamento com a suposta quadrilha.

No local foi encontrada a carreta produto de roubo (placa NST – 0358 São José dos Campos – SP) e doze homens trabalhando na descarga da mercadoria e carregamento de outro caminhão menor.

Instantes depois da solicitação de apoio a viatura da supervisão do 2º CRPM composta pelo capitão Gerson e o soldado Rocha, bem como a viatura do serviço remunerado da 16ª CIPM 2829 composta pelos soldados Batista e Nogueira chegaram ao local e ajudaram na prisão.

Ficou esclarecido que o local já vinha sendo utilizado há algum tempo para a redistribuição de mercadorias roubadas.

Os meliantes possuíam equipamento para rompimento de lacres, possuíam aparelhos de comunicação Nextel, toda uma estrutura para o bloqueio do sinal de rastreamento e anulação física dos rastreadores, alta capacidade de redistribuição da mercadoria e logística apurada de trabalho.

Estima-se que a carreta tenha um valor aproximado de R$ 450.000,00 e o total da carga é estimado em  R$ 545.000,00 sendo  240 aparelhos de som e 120 aparelhos de TV LCD ambos  marca sony.

O  Dr. Jorge Moreira da Silva – responsável pela Delegacia de Roubos de Cargas esteve no local e assumiu a ocorrência, encaminhando a carreta, a mercadoria e os detidos para a sede da Delegacia Especializada.

Participaram da ocorrência os seguintes policiais militares: capitão Gerson Ferreira da Silva, tenente Wanderley Alves Moura, sargentos Eberth Martins de Souza, Ivan Nunes da Silva, José Luiz Alves Neto, soldados Rivanildo Rios da Rocha, Sebastião Ferraz da Silva, Cristiano Leão da Silva (operador do copom), Marcos Antônio Maia, César Eugênio Gomes. Diogo Leonardo Queiroz Ribeiro, Thiago Nogueira de Melo, Ademir Batista de Sousa Filho, Willian Braz de Oliveira, Wagner Franco Alcovias e Leandro de Almeida Santos.

FONTE: POLICIA MILITAR DE GOIAS

>(PR) Policia prende suspeitos de roubo e desvio de cargas avaliadas em R$ 500 mil

>

Policiais da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC) recuperaram cargas de alimentos e de polietileno, avaliadas em R$ 500 mil, roubadas dias antes e prenderam sete suspeitos de integrar duas quadrilhas, uma acusada de roubar cargas e outra, de desviar mercadorias. A operação foi realizada na sexta-feira (1) e no sábado (2), em Curitiba.

O roubo de uma carga de polietileno por homens armados, em São José dos Pinhais, na quinta-feira (30), foi investigado pelos policiais que, no dia seguinte, prenderam Claudinei Razera, 29 anos, e Milton Carlos Stabile, 48, suspeitos de integrar uma quadrilha de ladrões de carga. Todo produto roubado foi recuperado. A prisão ocorreu em Fazenda Rio Grande, Região Metropolitana de Curitiba.

No sábado, suspeitos de outro crime foram presos pelos policiais da DEDC. Após receber denúncias do 11.º Distrito Policial (Cidade Industrial de Curitiba), sobre funcionários da empresa que estariam desviando mercadorias, policiais começaram a monitorar o caminhão de entregas, dirigido por Anderson Becker, 28. De acordo com as investigações, Anderson, antes de entregar a mercadoria ao estabelecimento determinado pela empresa, passava por várias outros, vendendo mercadorias por conta própria.

Durante a ação, os policiais recuperaram mercadorias e prenderam os suspeitos de receptar as mercadorias Volnei Sergio Maciel, 38, e Paulo Sergio Silveira, 32; além dos funcionários Lincon Robert da Cunha, 24, responsável por carregar o caminhão, e Walter Henrique Graciotto, 23, ex-funcionário que coordenava o esquema e encontrava com o motorista no meio do percurso para receptar mercadorias desviadas.

Segundo o delegado-titular da DEDC, Cassiano Aufiero, outras prisões poderão ocorrer nos próximos dias. “Essas prisões representam mais um duro golpe no crime organizado, no que se relaciona ao crime de roubo de cargas, que movimenta milhões ao ano para os criminosos”.

Todos os suspeitos serão encaminhados para o Centro de Triagem II, em Piraquara, onde aguardarão presos pela decisão da Justiça. As investigações continuam para encontrar outros envolvidos em desvios de cargas. Quem tiver informações pode ligar para o telefone (41) 3365-3748 ou comparecer na delegacia, na Rua Professora Antonia Reginato Vianna, 1.177, Capão da Imbuia.

FONTE: POLICIA CIVIL PR

>(BA) Empresário preso por roubo de carga

>

Ex-secretário de Administração de Irajuba comandava a quadrilha, que desviava caminhões de transporte de combustíveis para o posto que ele tinha na cidade.

Seis homens acusados de roubar cargas de combustível foram apresentados na manhã de ontem na sede da Polícia Civil na Piedade. A quadrilha foi presa em flagrante por investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (Decarga) e agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no último dia 22, na localidade de Palmeiras, em um posto de gasolina, na BR-342, após roubar um caminhão tanque carregado de óleo diesel.

O motorista do veículo, identificado como Rildo, foi encontrado pelos policiais amordaçado dentro do caminhão. O grupo agia nas imediações das cidades de Lençóis, Itaberaba e Tanquinho. Nos últimos três meses, a quadrilha realizou cinco assaltos, avaliados em R$242 mil.

A carga roubada era levada para o Auto Posto 73, na BR-116, em Irajuba, que é de propriedade de Humberto Sólon Sarmento Franco Junior, apontado como o chefe da quadrilha. Humberto é filho do ex-prefeito e já foi secretário de administração do município. Ele alugava um caminhão que pertencia ao comparsa Wellington pelo valor de R$12 mil para fazer a transferência da carga durante o assalto.

De acordo com o titular da Decarga, João Uzzun, os veículos eram interceptados pela quadrilha quando saíam da base da Petrobras de Madre de Deus e seguiam para a base de Luis Eduardo Magalhães. Durante a ação, os acusados apontavam um revólver calibre 38 em direção ao motorista da carreta, interceptavam o veículo, colocavam o condutor em outro carro, levavam para um cativeiro e seguiam com o caminhão para descarregar. O grupo estava sendo investigado desde o começo do ano e foi responsável por cinco assaltos entre janeiro e junho.

Para despistar a polícia, após descarregar o material, eles deixavam a carreta roubada na cidade de Vitória da Conquista ou em Minas Gerais.  Durante o roubo, a quadrilha utilizava um caminhão, um veículo Celta e uma caminhonete S10 para fazer a escolta da carga. “Quando eles planejavam o assalto, acompanhavam o caminhão durante a viagem, até chegar a um local em que o motorista dirigia em baixa velocidade para fazer a  abordagem. Toda a carga era vendida no posto que pertence a Humberto”, disse o delegado. Ainda de acordo com o delegado, tentando escapar durante a abordagem policial, um dos acusados chegou a atirar contra os policiais, jogando a carreta em direção a um agente.

Entre os presos, Welliton Souza Monteiro, Carlos Wagner Nascimento, 37anos, Fabrício Damázio Farias, 33 anos, Fabiano de Jesus Santana, 29 anos, José Claudio Almeida Vieira, 35 anos, e Humberto Sólon Sarmento Franco Junior, 39 anos.

Segundo a polícia, cada integrante tinha uma função durante o roubo. Welliton dirigia a carreta, Fabrício, que é funcionário de Humberto, desativava o serviço de rastreamento do veículo para despistar a polícia, Humberto dirigia um dos veículos, fazendo a escolta da carga, sendo que José Carlos, ex-estudante de medicina, e Fabiano tomavam conta do cativeiro, enquanto Gilvan, que continua foragido, apontava a arma em direção ao motorista do caminhão.

Os assaltantes vão responder por roubo qualificado e formação de quadrilha. Eles estão presos no presídio de Feira de Santana à disposição da Justiça. Nenhum dos acusados quis falar com a imprensa. O delegado informou que continua investigando a participação de outros comparsas nos crimes.

FONTE: TRIBUNA DA BAHIA

>(SP) Polícia prende chefe de quadrilha de roubo de cargas na zona norte de SP ( Principais alvos do bando eram empresas de entrega rápida e os Correios)

>http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=4e06187c3d140d3b4f7cdc61&idCategory=64&embedded=trueUm homem apontado como chefe de uma quadrilha de roubo de cargas, que atuava na zona norte da capital, foi preso nesta sexta-feira (26).Os policiais militares cercaram a comunidade Clara Nunes, onde o criminoso vivia. Ele trocou tiros com os PMs, mas acabou sendo rendido. Na casa dele, foi encontrada parte de uma carga que havia acabo de ser roubada. Empresas de entrega rápida e os Correios eram os principais alvos da quadrilha. A polícia afirmou que o prejuízo dos estabelecimentos pode chegar a R$ 1 milhão só neste ano

>(SP) Negócios em família

>

Pai, dois filhos, dois irmãos e mais quatro homens são presos acusados de roubo de carga e formação de quadrilha.

Nove homens foram presos por policiais militares na madrugada desta quarta-feira (22) na rodovia engenheiro Constâncio Cintra, a Itatiba-Jundiaí, acusados de roubo e formação de quadrilha.
Segundo boletim de ocorrência, a Polícia Militar recebeu várias ligações durante a madrugada informando que havia quatro veículos em atitudes suspeitas na estrada municipal Jorge Ferreira, no bairro Pinhal. Várias equipes da PM foram para o local e viram um Vectra, placas de Carapicuíba, saindo da estrada. O veículo foi parado e eles revistaram um homem. Na sequência, foi abordado um Fox, placas de Osasco, com mais três rapazes.

Em seguida, um caminhão com quatro homens foi abordado na base da Polícia Militar Rodoviária. Em revista ao veículo, os policiais localizaram uma pistola CZ 85 calibre 9 milímetros com 16 cartuchos. Outras viaturas avançaram pela estrada municipal e localizaram dois caminhões das Casas Bahia, carregados com aparelhos eletro-eletrônicos, que estavam sendo levados para Minas Gerais. Próximo aos veículos, um outro caminhão foi avistado e, quando dois ocupantes perceberam a ação policial, correram para um matagal.

Tudo em família
Entre os presos estavam o mecânico José Carlos Soares de Oliveira, 50 anos, e seus dois filhos, Ronaldo Soares de Oliveira, 26, e Gilberto Soares de Oliveira, 29, todos moradores de Carapicuíba.

Além do pai e seus dois filhos, foram presos os irmãos Rafael Alves, 28, e Rodolfo Alves, 26, moradores de Osasco, assim como Daniel Araújo David, 26. A PM também prendeu Edilson Gonçalves Santos, 45, residente em Jundiaí, e Fabio Vicente Ferreira Pires, 29, e Iverson Luiz de Andrade, de Carapicuíba.
Os carros e a pistola utilizados pelos ladrões foram apreendidos pela PM, assim como seis aparelhos celulares, R$ 1.860 em dinheiro e dois relógios de pulso.

Ao final da tarde desta quarta, os nove homens foram levados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Jundiaí. “Devido à periculosidade que esses homens apresentam, entramos em contato com o diretor do CDP para que ele abrisse uma exceção e os acusados fossem todos levados diretamente para lá, ao invés de serem encaminhados ao Centro de Triagem em Campo Limpo Paulista”, disse um policial civil. “Todos eles possuem ao menos uma passagem pela polícia. Alguns por formação de quadrilha, outros por receptação, entre outros crimes”

FONTE: DIARIO DE S. PAULO

>(RJ) Polícia prende ladrão de cargas no Rio Comprido

>http://videos.r7.com/r7/service/video/playervideo.html?idMedia=4e035a8492bbeb346aad737e&idCategory=183&embedded=trueApontado pela polícia como especialista em roubos de cargas, Henrique Pinheiro Leite da Silva, conhecido como Sorriso do Complexo, foi preso, nesta quarta-feira (22), por policiais da Delegacia de Inhaúma (44ª DP). O suspeito seria ligado à facção que controlava o tráfico de drogas no Complexo do Alemão.Segundo os agentes, o bandido foi capturado em um apartamento alugado recentemente, na rua Costa Ferraz, no Rio Comprido, onde morava com a namorada. De acordo com as investigações, a finalidade de Sorriso do Complexo era fortalecer com dinheiro adquirido com roubos a facção que agia no Complexo do Alemão, que ficou enfraquecida após a ocupação do Exército, em novembro.Contra o criminoso, há quatro mandados de prisão expedidos pela Justiça, todos oriundos de inquéritos da DRFC (Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas).

>(SP) Quadrilha rouba carga de aparelhos de informática de R$ 1 milhão na Bandeirantes

>

Já em Itatiba nove pessoas foram presas por roubar dois caminhões.

A rotina de crimes envolvendo cargas segue a todo vapor em Jundiaí. Nesta madrugada de quarta-feira (22), uma quadrilha roubou um caminhão com aparelhos de informática avaliado em quase R$ 1 milhão, na rodovia dos Bandeirantes.

Os sete bandidos, armados com metralhadoras e fuzis, renderam também os veículos de apoio que garantiam a segurança do caminhão. Os funcionários foram liberados.

Em Itatiba
Nove pessoas foram presas na madrugada desta quarta (22) em Itatiba em uma estrada vicinal por roubo de cargas. Eles estavam em quatro caminhões, sendo dois roubados de uma grande rede de lojas e outros dois para escoltar as carretas, além de alguns carros.

O bando foi flagrado depois de uma denúncia de pessoas que passavam pela estrada e estranharam a presença do comboio. Dois funcionários da empresa, que eram mantidos reféns pelos assaltantes, foram libertados.

FONTE: DIARIO DE S. PAULO

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.